Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

lua e viola

lua e viola

15
Abr18

Lília Chaves

lua e viola

1.jpg

Se o silêncio persistir 

procura-me entre os relógios 
e aquele pássaro 
(na gaveta) 
eu sou a pena antiga 
eu sou a ilha do desenho 
(queimado) 
de nanquim 
sou a cinza das cartas 
entre os túmulos 
e esta idéia gêmea em nossos corpos 
(sem par). 

Se o silêncio persistir 
respira-me nos confins das noites 
(no patchuli do meu aroma) 
e deixa partir teu pensamento: 
estou na canoa sem porto 
feita de vento 
e miriti. 

Não reveles da caixinha 
o segredo laqueado 
e guarda o amor dos teus plurais 
toca-me na capa de couro 
dos cadernos teus de sonho 
relembra impresso 
o tempo nosso das palavras 

E beija-me o silêncio... 
sou este beijo que ficou 
em teu lábio 
pendurado.


©Lília Chaves, Se o silêncio

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D